“ (...) a associação sindical constituída pelos trabalhadores nele filiados, que exercem a sua actividade profissional exclusivamente correlacionada com o sector da aviação civil,
aeródromos, aeroportos e navegação aérea”. “ (...) exerce a sua actividade em todo o território nacional”.
dos Estatutos do SITAVA

SITAVA

Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos

 

1 2 345678

image

image

image

image

image

image

image

image

<< >> Play > Stop

Não ao Retrocesso Social

Boletim Igualdade

Indústria em Portugal

SPdH - Eleição de Delegados Sindicais

Após as eleições para a Direcção do SITAVA e em cumprimento do assumido em Programa Eleitoral, vamos proceder à eleição de Delegados Sindicais na SPDH (Groundforce) Lisboa.

Candidaturas até dia 25 de Outubro de 2013

A candidatura a Delegado Sindical (DS) é pessoal e todos os associados podem apresentar a sua candidatura.

Ler mais...

 
ANAM - Reunião com o CA/ANAM

No passado dia 16 de Setembro, o SITAVA reuniu com o Conselho de Administração da ANAM,SA, nas instalações da Empresa no Aeroporto da Madeira. A reunião, há já algum tempo solicitada pelo SITAVA, teve como objetivo questionar a Empresa sobre quais as suas intenções de futuro, tendo em conta a venda da ANAM à ANA e a sua consequente privatização. O Conselho de Administração da Empresa esclareceu em termos gerais, que no dia 17 de Setembro, se iria formalizar a venda da Empresa, passando a integrar o Grupo ANA. Esta integração no Grupo ANA, irá ser efetuada, progressivamente, e à medida que se forem adaptando os vários departamentos à nova realidade. A ANAM, continuará a existir e a funcionar nos atuais moldes até à concretização desse período de integração que irá decorrer nos próximos anos. Para esse efeito irão ser constituídos protocolos nas várias áreas entre as duas Empresas, no sentido de que a integração se dê de forma harmoniosa, negociada e eficaz.

Ler mais...

 
8ª e 9ª Avaliação da Troica - Posição da CGTP-IN sobre a Presente Situação

 

1. ECONOMIA EM RECESSÃO

1.1. Portugal encontra-se em recessão pelo terceiro ano consecutivo e o emprego remunerado encontra-se no nível mais baixo desde há 16 anos. Passados dois anos de aplicação do memorando e de permanência da coligação do PSD/CDS-PP no Governo, Portugal está, hoje, muito pior. No 2o trimestre deste ano, a economia caiu 2,1% em comparação com o mesmo trimestre de 2012 (depois de ter diminuído 4,1% no 1o trimestre).

1.2. A propalada melhoria conjuntural da economia não significa o fim da recessão. É preciso considerar que ocorre após vários trimestres consecutivos de queda, com um volume de produção inferior ao que se verificava em 2001. O PIB começou a cair no 3o trimestre de 2008, teve depois um período de crescimento mas que não assegurou a recuperação completa, a que se seguiu uma quebra acentuada desde o 4o trimestre de 2010 (ver gráfico). No conjunto desde período, temos uma impressionante destruição de riqueza e de postos de trabalho.

Ler mais...

 

 
Ano Lectivo Abriu com o Ataque à Escola Pública a Tornar-se Cada Vez Mais Visível e Violento

O ano lectivo abriu, mas as razões de protesto neste início são inúmeras. Imagens que marcam a abertura do ano lectivo são, sem dúvida:

− O desemprego de professores e de outros profissionais das escolas que dispara fortemente; − As escolas que abrem portas com falta de docentes e não docentes e perto da penúria financeira, pedindo à comunidade escolar o que o orçamento já não comporta, embora seja essencial;

− Pais que contestam as más condições de trabalho proporcionadas aos seus filhos, desde problemas físicos, como a degradação das instalações escolares, a problemas de ordem pedagógica, onde sobressai a constituição de turmas do 1.o Ciclo com alunos de diversos anos de escolaridade;

Ler mais...

 
OGMA - Ético é o cumprimento do Acordo de Empresa!

No mês de Agosto, durante o período de férias de muitos Trabalhadores, o CA/OGMA divulgou um chamado Código de Ética, que mais não é do que uma afronta a quem trabalha e à relação de solidariedade entre profissionais no seu quotidiano diário. Não se “ganha o futuro” sem Trabalhadores motivados, mas incentivar os Trabalhadores a dar informações confidenciais a serem tratadas fora da Empresa lembra tempos antigos que não queremos recordar. Quando nos dirigimos à Empresa para trabalhar é porque temos um contrato de trabalho com deveres e direitos. Por isso somos Trabalhadores. Colaborador (segundo o dicionário) é quem colabora sem vínculo contratual, o que não é o caso na OGMA nem nas empresas em Portugal.

Ler mais...

 
<< Início < Anterior 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 Seguinte > Final >>

Página 62 de 78

Instante Sindical

Segurança e Saúde no Trabalho

Sítio dos Direitos

Guia de Direitos