“ (...) a associação sindical constituída pelos trabalhadores nele filiados, que exercem a sua actividade profissional exclusivamente correlacionada com o sector da aviação civil,
aeródromos, aeroportos e navegação aérea”. “ (...) exerce a sua actividade em todo o território nacional”.
dos Estatutos do SITAVA

SITAVA

Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos

 

1 2 345678

image

image

image

image

image

image

image

image

<< >> Play > Stop

Não ao Retrocesso Social

Boletim Igualdade

Indústria em Portugal

CATERINGPOR — Constrói o teu futuro no SITAVA!

Após vários contactos dos trabalhadores da CATERINGPOR, o SITAVA decidiu avançar para a sua representação sindical.

Sendo trabalhadores dos aeroportos nacionais, integrando inclusivamente uma das categorias da Assistência em Escala e fazendo parte desta importante empresa do Grupo TAP, conhecem certamente a postura do SITAVA.

Não somos um sindicato de favores ao patronato, nem de inação ou de promessas vãs e demagógicas. Também não somos um sindicato de luta pela luta. No entanto, não abdicamos de discutir com os trabalhadores as suas justas reivindicações, criar cadernos reivindicativos e lutar por eles!

Ler mais…

 
39 Anos ao Serviço dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos

No fim da década de “70”, no auge das lutas pela “arrumação” das forças democráticas, em consequência do 25 de Abril de 1974, vivia-se no setor da aviação e aeroportos – ao tempo consubstanciado apenas em quatro grandes polos: TAP; ANA; SATA e o conjunto das companhias aéreas estrangeiras, a operar em Portugal – um clima de muita agitação e alguma descrença motivadas, principalmente, pelos reduzidos resultados conseguidos nos vários movimentos reivindicativos em curso.

Este foi o ponto de partida para o arranque da grande caminhada que veio, por vontade expressa da maioria dos trabalhadores, a culminar na fundação do SITAVA em 29 de maio de 1980. Nessa altura, existiam no nosso setor cerca de 45 sindicatos. Dez anos depois, em 1990, existiam ainda cerca de 30. Hoje, mesmo contando aqueles sem qualquer expressão, com um reduzido número de associados, não ultrapassarão uma dezena.

Ler mais…

 
ANA — Revisão Salarial 2019, Acordo Alcançado!

Conforme referido no nosso comunicado de janeiro deste ano, as negociações entre as partes decorrem do cumprimento do Acordo de Empresa em matéria de revisão salarial anual.

Foram incluídas nestas negociações as matérias não indexadas, como o caso da anuidade e da atualização dos valores dos n.º 2, 3 e 4 da Cláusula 4.ª do A.E. (Regime Remuneratório) do Regulamento de Disponibilidade e Assistência.

Ler mais…

 
25 de Abril e 1.º de Maio – A Festa e a Luta

«Aqui posto de comando das Forças Armadas. As Forças Armadas portuguesas apelam a todos os habitantes da cidade de Lisboa no sentido de recolheram a suas casas, nas quais se devem conservar com a máxima calma»

Foi assim, que naquela madrugada, quando passavam 26 minutos das quatro horas, foi anunciado aos microfones do R.C.P. o princípio das operações militares que haveriam de nos proporcionar uma das mais belas e genuínas revoluções populares que a história nos conta.

Mas o povo não obedeceu e o 25 de abril de 1974 mudou Portugal. A partir daquela quinta-feira de há 45 anos foi possível pensar, falar e escrever livremente. A guerra colonial acabou, os presos políticos foram libertados e as eleições passaram a ser livres. A censura acabou também e esta liberdade chegou às redações dos jornais, da rádio e da televisão, que se aliaram aos revoltosos no desenvolvimento das operações militares e nas movimentações populares que se seguiram. Foi o início de uma bela e gloriosa caminhada que não mais acabará.

Ler mais…

 
ANA — A “curva Lacerda” deixou escola!

Todos se lembram do que foi a última avaliação da empresa e das alterações que a gestão do Eng.o Carlos Lacerda/ Dra. Catarina Horta efectuaram, a meio do percurso avaliativo, referente a 2017, que tanto penalizou os trabalhadores no final de 2018.

Pensava o SITAVA que, com a mudança de intervenientes, mudasse também a prática errada de avaliação a quem tudo dá para que a empresa obtenha os resultados espectaculares anunciados: os seus trabalhadores.

Mas, afinal, a famosa “curva Lacerda” manteve-se e continua a penalizar quem contribui para os lucros da ANA/VINCI.

Ler mais…

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Página 5 de 86

NOVOS PROTOCOLOS

Instante Sindical

Segurança e Saúde no Trabalho

Sítio dos Direitos

Guia de Direitos