“ (...) a associação sindical constituída pelos trabalhadores nele filiados, que exercem a sua actividade profissional exclusivamente correlacionada com o sector da aviação civil,
aeródromos, aeroportos e navegação aérea”. “ (...) exerce a sua actividade em todo o território nacional”.
dos Estatutos do SITAVA

SITAVA

Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos

 

1 2 345678

image

image

image

image

image

image

image

image

<< >> Play > Stop

Não ao Retrocesso Social

Boletim Igualdade

Indústria em Portugal

DHL Aviation — Concluído o Processo Negocial 2019!

Concluiu-se, no passado dia 13 de março, a revisão salarial para 2019, na DHL Aviation Portugal.

Após 3 reuniões de negociação, as partes chegaram a acordo.

A tabela salarial obteve um aumento de 1,5%, o subsídio de refeição passou a ser de 6,90 €, o subsídio de turno irregular passou para os 158,00 € e as diuturnidades para 29,00 €.

A tabela salarial sofreu um aumento superior à inflação, pelo que podemos afirmar que houve aumento de salário - embora pequeno - e não apenas a reposição do poder de compra.

A empresa mostrou-se muito pouco flexível a uma negociação por valores mais altos, alegando que este ano, apesar de não ter dado prejuízo, ter sido aquém das expectativas e dos resultados projectados.

Ler mais…

 
TAP — O Resultado Foi a Vitória do Bom Senso

Como todos estamos lembrados, a TAP publicou unilateralmente, no passado dia 1 de março, um novo regulamento de Deslocações em Serviço e Ajudas de Custo.

Nessa ocasião, o SITAVA, porque entendeu que esta iniciativa da TAP configurava um grave atentado à dignidade dos trabalhadores, decidiu apresentar um Aviso Prévio de Greve ao trabalho fora da base, em conjunto com outras organizações sindicais.

Esta ação, que se destinou a protestar e proteger a livre opção de cada um nesta matéria, teve o mérito de mostrar à TAP quão injusto seria implementar para os trabalhadores de terra condições claramente discriminatórias.

Ler mais…

 
Dia 8 de Março Dia Internacional da Mulher

Num tempo como o que vivemos, onde persistem e se agudizam ataques aos direitos das mulheres, e quando conquistas democráticas, consideradas por alguns irreversíveis, são postas em causa quase diariamente, não pode o SITAVA deixar de assinalar esta importante data. Tendo plena consciência que a gravidade da situação que se vive no nosso país em relação às mulheres, exige muito mais do que assinalar uma data, optámos nesta ocasião, por propor-vos uma reflexão sobre alguns pensamentos de Maria Lamas, um dos maiores vultos da luta pela dignidade da mulher. Com esta proposta, que, obviamente, se enquadra também na luta mais geral contra as desigualdades, sejam elas de género ou outras, não se trata apenas de assinalar uma data, mas sim de um apelo a todos, mulheres e homens, para que cada um se disponha a dar corpo às afirmações de Maria Lamas, aqui reproduzidas.

Ler mais…

 
TAP — Os trabalhadores de terra exigem equidade

Como é já de todos conhecido, realizou-se no passado dia 29, do passado mês de janeiro, a pedido da TAP, uma reunião cuja ordem de trabalhos tinha um ponto único, “Seguro de Saúde”. Nessa mesma reunião, já no seu final, a TAP anunciou também, um novo Regulamento de Deslocações em Serviço, previsto na cláusula 24a do A. E.

A reunião que teve a presença apenas dos sindicatos do pessoal de terra, sem que os demais tenham, sequer, conhecimento dos temas, significou de imediato algo estranho, indiciador que a TAP pretende apenas impor piores condição aos mesmos de sempre, o pessoal de terra.

Ler mais…

 
SPdH/Groundforce — Início das negociações - AE

Tal como anunciámos no nosso último comunicado, iniciou-se no dia 11 a tão aguardada negociação do Acordo de Empresa. Nesta primeira reunião, registámos avanços importantes de recuperação de direitos perdidos em 2012, bem como de introdução de novas matérias, designadamente:

- na reclassificação entre categorias profissionais (na passagem de OAE para TTAE) - na reintrodução de uma quota anual nos graus sem tempo de permanência

- na valorização remuneratória das funções de Placa e de Passageiros

- na criação de uma nova categoria intermédia entre TOA e TS

- na alteração no acesso aos concursos de nomeação hierárquica (actualmente mínimo grau VI) - alteração no critério do absentismo (Cl. 12a, no 3, alínea e) )

- enquadramento remuneratório no AE, das situações “híbridas” que se foram criando ao longo dos anos (Allocator, Airline Representative, Load Control “Especialista”, Planeamento, etc.. )

Ler mais…

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Página 1 de 80

Instante Sindical

Segurança e Saúde no Trabalho

Sítio dos Direitos

Guia de Direitos