“ (...) a associação sindical constituída pelos trabalhadores nele filiados, que exercem a sua actividade profissional exclusivamente correlacionada com o sector da aviação civil,
aeródromos, aeroportos e navegação aérea”. “ (...) exerce a sua actividade em todo o território nacional”.
dos Estatutos do SITAVA

SITAVA

Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos

 

1 2 345678

image

image

image

image

image

image

image

image

<< >> Play > Stop

Não ao Retrocesso Social

Boletim Igualdade

Indústria em Portugal

Portway — É fundamental a assinatura do novo A.E.

Desde o passado mês de Fevereiro que os sindicatos representativos dos trabalhadores da Portway, andam em conversações com a empresa, com vista à negociação de um AE que dê a resposta possível, às justas aspirações dos trabalhadores.

Desde logo ficou claro para todos, que qualquer sindicato só por si, muito dificilmente conseguiria levar a água ao seu moinho. Desde esse momento, foi proposto e aceite, que nos uníssemos, que esquecêssemos aquilo que nos dividia e que, em nome dos trabalhadores, fizéssemos um esforço para nos entendermos. Tínhamos, e temos, a certeza que isto era, e é, o desejo dos trabalhadores porque só assim conseguiríamos algo melhor que aquilo que hoje existe. Atente-se no ditado popular “a união faz a força”.

Todos os sindicatos aceitaram o desafio, e podemos afirmar, que foi bonito de se ver o empenho de todos, num esforço conjunto de unidade, que veio a culminar numa proposta comum de AE, que abrangia todos os trabalhadores das duas atividades, e onde todos se reviam. Esta proposta, ao fim de muitas dezenas de horas de discussão, conseguiu incorporar as opiniões de todos. Tínhamos, finalmente uma proposta de consenso para apresentar à empresa. Esta foi a primeira vitória dos trabalhadores.

Ler mais…

 
TAP — Comunicado conjunto

Terminadas as conversas que têm vindo a decorrer entre a TAP e os sindicatos, cumpre-nos, agora, dar conta das matérias acordadas.

Como se sabe, neste processo apenas se pretendeu estabelecer a equidade entre as várias carreiras profissionais, que havia sido quebrada pela TAP no passado ano.

Foi um processo longo e difícil, onde por vezes foi necessário esgrimir alguns argumentos, de modo a que a empresa tivesse a perceção da injustiça, e evoluísse nas propostas ao longo do tempo.

De acordo com o exposto, as alterações das carreiras profissionais agora acordadas, implicam, além da extensão das mesmas com mais dois subníveis, também alguma antecipação de ganhos nos níveis intermédios.

Ler mais…

 
Lojas Francas de Portugal — Informação

Caros Associados,

O SITAVA recebeu, no dia de ontem, comunicação da empresa informando da substituição dos bancos utilizados pelos trabalhadores do check out de passageiros, em resposta às nossas intervenções junto das Lojas Francas com esse objetivo.

As inúmeras queixas que recebemos da parte dos trabalhadores, que denunciavam a desadequação do referido banco para o exercício diário das suas funções e consequente prejuízo para a sua saúde, foram finalmente ouvidas e encontram-se ultrapassadas.

Ler mais…

 
Portway — Negociações novo AE concluídas

No seguimento do nosso último comunicado, informamos que concluímos as negociações com a Portway, tendo ficado fechadas já todas as matérias.

Aguardamos neste momento que a empresa nos envie a redacção final para que, consequentemente, o possamos assinar, o que deverá acontecer nos próximos dias.

Como qualquer acordo, este também deve ser visto na sua globalidade e não em medidas avulsas, estando estes Sindicatos convictos que este novo AE é globalmente mais favorável do que o, ainda, em vigor.

Ler mais…

 
Handling — Petição Desgaste Rápido - Admissão na A.R.

É com satisfação que informamos que, na sequência da entrega da Petição de Desgaste Rápido na A.R., foi hoje discutida em sede Parlamentar, na Comissão do Trabalho e Segurança Social, a admissibilidade da nossa petição, tendo a mesma sido aprovada!

Com a admissibilidade da Petição pela Comissão, segue-se a audição do SITAVA nessa mesma sede, a fim de defender os argumentos que levaram ao lançamento da Petição.

Em condições normais, a Petição deveria ser votada em plenário da Assembleia da República num prazo máximo de 60 dias, no entanto, dado o período pré-eleitoral que se vive, é possível que esse prazo seja alargado um pouco mais.

Ler mais...

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Página 1 de 85

NOVOS PROTOCOLOS

Instante Sindical

Segurança e Saúde no Trabalho

Sítio dos Direitos

Guia de Direitos